10 Medidas contra a Corrupção: MPF supera a meta de 1,5 milhão de assinaturas

O Ministério Público Federal irá celebrar nesta quinta-feira, 25 de fevereiro, a superação da meta de 1,5 milhão de assinaturas para a campanha 10 Medidas contra a Corrupção. O evento, que acontece na sede do MPF em São Paulo, contará com a presença dos procuradores da República Deltan Dallagnol e Carlos Fernando dos Santos Lima, integrantes da Força Tarefa da Lava Jato em Curitiba, e do subprocurador-geral da República Nicolao Dino, coordenador da Câmara de Combate à Corrupção do MPF.

Durante a cerimônia, serão entregues 116 mil assinaturas contabilizadas pelo MPF/SP na última semana, com as quais a campanha irá ultrapassar os 1,5 milhão de apoios necessários. Ao todo, o Estado de São Paulo coletou mais de 360 mil assinaturas, 24% do total recolhido em todo o país.

Com o cumprimento da meta, as propostas de mudança legislativa serão encaminhadas ao Congresso Nacional como projeto de lei de iniciativa popular. O conjunto de medidas contempla a criminalização do enriquecimento ilícito, o aumento das penas para corrupção de altos valores, a reforma no sistema de prescrição penal, a celeridade nas ações de improbidade administrativa, a responsabilização dos partidos políticos e a criminalização do caixa 2, entre outros ajustes.

Voluntários – Durante o evento, serão homenageados entidades e membros da sociedade civil que participaram ativamente da coleta de assinaturas em São Paulo. Entre eles, estão o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de São Paulo (Crea-SP), a Receita Federal, o Sindicato dos Químicos da Baixada Santista, a Igreja Batista, a maçonaria paulista e os movimentos Política Viva e Vem pra Rua. Os atores Maria Fernanda Cândido e Cassio Scapin e o cantor Paulo Ricardo também serão lembrados pelo engajamento na iniciativa do MPF.

Cumprimento da meta de assinaturas da campanha “10 medidas contra a corrupção”
Data: 25 de fevereiro, quinta-feira, às 10h
Local: Procuradoria da República em São Paulo (Rua Frei Caneca, 1360 – Consolação)

b3

Esta entrada foi publicada em MPF. Adicione o link permanente aos seus favoritos.